Serviços O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

À Comunidade do IFCS e da UFRJ,

É com imenso pesar que comunicamos o falecimento de Theotonio dos Santos, esposo da Profa. Monica Bruckmann do Departamento de Ciências Política do IFCS, e importante intelectual brasileiro.  

O velório será realizado no dia 28/2, das 10:00 às 14:00hs, na Câmara Municipal do Rio de Janeiro, Praça Marechal Floriano s/n, Cinelândia.

Direção do IFCS

 

 

--

SOBRE THEOTONIO DOS SANTOS (1936-2018)

Acabo de saber da morte de Theotonio dos Santos. Theotonio, que foi meu professor na graduação da PUC nos anos 1980, e com quem trabalhei 20 anos, entre 1991-2011, deixa um legado importante para as ciências sociais e para a esquerda brasileira.

Sua obra é referência indispensável para se compreender as grandes tendências e contradições do capitalismo contemporâneo, sua crise civilizatória, assim como as mazelas do capitalismo dependente, que transforma este Brasil, com tanta potencialidade e vocação democrática, num país tão persistentemente desigual e injusto, cuja vida é violada pela reemergência estrutural de tendências fascistas que se entrelaçam com as liberais. Lamentavelmente, a tragédia política brasileira que estamos vivenciando e o parêntesis democrático que foi a Nova República, só ressaltam a agudeza crítica e a pertinência de sua obra.

Junto com Ruy Mauro Marini e Vânia Bambirra, Theotonio foi fundador e grande expoente da Teoria Marxista da Dependência e, dos três, o que mais conseguiu ultrapassar o bloqueio que sofreram do pensamento institucionalista - desenvolvimentista ou neoliberal - no Brasil. Theotonio foi quem mais internacionalizou a teoria marxista da dependência, concebendo-a como uma primeira etapa da construção de uma teoria marxista do sistema mundo, dialogando com Immanuel Wallerstein, Giovanni Arrighi, Samir Amin, Andre Gunder Frank, Beverly Silver e tantos outros que trouxe ao Brasil.Theotonio, Vania e Ruy não tiveram tempo para viver o que mais queriam: a época em que a teoria da dependência fosse peça de museu. Mas se Theotonio se vai fisicamente deste mundo, o sonho de um socialismo democrático e a continuidade de sua obra permanecem como desafio aberto para as novas gerações e para os muitos que diretamente ou indiretamente influenciou.

Carlos Eduardo Martins

Prof. Adjunto do Departamento de Ciência Política/IFCS
Prof do Programa de Pos-Graduação em Economia Política Internacional/UFRJ (PEPI)
Coordenador do laboratório de Estudos sobre hegemonia e Contra-Hegemonia UFRJ

Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio de Janeiro
Endereço: Universidade Federal do Rio de Janeiro - Largo São Francisco de Paula, 1 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, 20051-070
Telefone: (21) 3938-0445

UFRJ Instituto de Filosofia e Ciências Sociais - IFCS
Desenvolvido por: TIC/UFRJ