Serviços O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Nota oficial da Reitoria da UFRJ

 

A respeito de informações que especulam a desvinculação entre o Museu Nacional e a UFRJ, a Universidade informa à sociedade:

Qualquer medida a fim de retirar da UFRJ o Museu Nacional representaria ato arbitrário e autoritário contra a autonomia universitária e a comunidade científica do país. O Museu Nacional não é uma instituição dedicada exclusivamente à guarda de acervo. Além da guarda dessa memória, da cultura do país e do mundo, ali se produz conhecimento, ciência de ponta reconhecida pela Capes com a nota 7, maior índice de avaliação possível para uma instituição acadêmica no Brasil. O Museu Nacional é uma unidade da UFRJ de ensino, pesquisa e extensão, cuja indissociabilidade é prevista no artigo 207 da Constituição Federal. O corpo altamente qualificado de docentes, pesquisadores, estudantes e servidores técnico-administrativos em educação do Museu jamais poderia se submeter a uma Organização Social ou qualquer outra instituição que não seja a UFRJ.

 

 

As Direções do Instituto de Filosofia e Ciências Sociais e a do Instituto de História – UFRJ expressam profunda consternação pela tragédia que, na noite de 02 de setembro de 2018, devastou todo o  Museu Nacional.

Patrimônio cultural, histórico e cientifico do Brasil e de toda a humanidade, o Museu Nacional abrigava inúmeras coleções e peças de valor inestimável tais como: o mais antigo fóssil humano já encontrado no país, a "Luzia"; Bendegó, o maior meteorito encontrado em território nacional; Maxakalisaurus topai, o primeiro esqueleto de dinossauro de grande porte montado por brasileiros; coleções históricas da família imperial; acervos de arqueologia, etnologia, paleontogia, botânica, zoologia, antropologia biológica etc, etc... Tudo isso virou cinzas e foi perdido num incêndio que destruiu os vestígios materiais do nosso passado ameaçando as expectativas de futuro das nossas tradições de pesquisa cientifica e preservação da memória.

Mais do que tão-somente infortúnio, o incêndio foi resultado do descompromisso com as universidades públicas, que têm enfrentado duros cortes orçamentários e sido condenadas a viver à mingua. Repudiamos tal descaso  com a cultura, a ciência e a tecnologia, pois seus impactos ameaçam o desenvolvimento da sociedade brasileira.

O IFCS e o IH-UFRJ se irmanam em solidariedade aos docentes, servidores técnico-administrativos e estudantes do Museu Nacional; colocam suas instalações prediais à disposição das atividades universitárias que ali se desenvolviam; e convidam a todos a participar da Manifestação em Defesa da Educação e da Universidade Pública: hoje, 2a-feira, 03 de setembro, 16h, na Cinelândia.

 

Susana de Castro
Diretora do Instituto de Filosofia e Ciências Sociais

Norma Côrtes
Diretora do Instituto de História

 

Download da nota, clique aqui.

 

 

assistencia estduantil em debate

 

 

flyer Wanderley IFCS

 

 

programacao ufrj 3

 

 

Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio de Janeiro
Endereço: Universidade Federal do Rio de Janeiro - Largo São Francisco de Paula, 1 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, 20051-070
Telefone: (21) 3938-0445

UFRJ Instituto de Filosofia e Ciências Sociais - IFCS
Desenvolvido por: TIC/UFRJ